requisitos para viajar para a argentina

0

Requisitos para viajar para a Argentina, em face da pandemia global COVID-19.

Data de atualização: 22 de setembro de 2021

Esta nota tem como objetivo nos manter informados e atualizados sobre a situação mundial causada pelo vírus COVID-19. Cada país tem medidas, protocolos e requisitos que devem ser levados em consideração.

No caso da Argentina, no início da pandemia e diante do baixo número de fatalidades e infecções em Buenos Aires, decidiu-se abrir as fronteiras do país no ano passado, no dia 30 de outubro. No início, apenas os países que fazem fronteira com a Argentina poderiam entrar em um plano para reviver o turismo internacional.

Em 12 de março deste ano de 2021, novas medidas foram estabelecidas para fechar as fronteiras até novo aviso, às portas de uma nova onda de infecções.

Atualmente, as medidas foram modificadas devido ao avanço na vacinação da população do país, aliado à diminuição do número de infecções. Por este mesmo motivo, foi traçado um plano de abertura gradual das fronteiras do país, para o qual foram fixadas datas estimadas, que devem ser confirmadas com as Migrações, a ANAC e outras autoridades envolvidas.

Desde 24 de setembro, foi levantado o isolamento de argentinos, residentes e estrangeiros que ingressam no país por questões trabalhistas, autorizado pela autoridade migratória.

A partir de 1º de outubro, será autorizada a entrada de estrangeiros de países vizinhos sem a necessidade de isolamento, bem como a abertura das fronteiras terrestres.

De 1º de outubro a 1º de novembro, está previsto um aumento no valor da receita autorizada ao país.

No dia 1º de novembro, será possível inserir todos os estrangeiros que desejam entrar no país.

Portanto, os voos de e para a Turquia, os países do continente africano, o Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, bem como o Brasil e a Índia não estão mais suspensos.

Aqui você pode ver o Diário Oficial que está sendo atualizado com as variações que esta pandemia global está sofrendo.

Com essas novas medidas, os requisitos para entrar no país também foram modificados, então será necessário ter:

1) Calendário de vacinação completo, com data da última aplicação pelo menos 14 dias antes da chegada ao país.

2) Teste PCR negativo nas 72 horas anteriores ao embarque, ou antígeno no ponto de entrada até definido pela autoridade sanitária.

3) Teste de PCR do 5º ao 7º dia de chegada até definido pela autoridade sanitária.

Aquelas pessoas que não apresentarem esquema vacinal completo, inclusive menores, deverão realizar quarentena, teste de antígeno na admissão e teste de PCR no 7º dia.

4) Ter um seguro saúde COVID-19.

Aqui deixamos para você um site onde poderá consultar as medidas atualizadas sobre fronteiras no mundo.

Além disso, você terá que instalar o aplicativo Caring (Cuidar) no seu celular para poder circular e viajar pelo país.

Tudo isso deve ser controlado e exigido pela empresa de transporte durante a viagem. Caso contrário, as empresas terão penalidades severas pelo descumprimento das resoluções de cada país. Por sua vez, é nossa responsabilidade cumpri-los!

No momento, os terminais de entrada e saída do país habilitados são:

  • Aeroporto Internacional Ministro Pistarini em Ezeiza, Província de Buenos Aires,
  • Aeroporto Internacional de San Fernando, Província de Buenos Aires
  • Porto da Cidade de Buenos Aires (Terminal Buquebus. Para turistas argentinos ou com residência na Argentina, e para turistas uruguaios ou residentes no Uruguai).

Aqui deixamos um link para ver a situação das passagens de fronteira na Argentina.

Lembre-se das medidas básicas de prevenção, estabelecidas pelo Ministério da Saúde:

  • Distanciamento social: 2 metros de distância de outras pessoas.
  • Uso de queixo ou máscara para a circulação na rua (exceção para circulação individual ao ar livre e sem aglomeração de pessoas). Uso obrigatório em locais fechados e reuniões.
  • Lave as mãos com freqüência.
  • Tossir ou espirrar na dobra do cotovelo.
  • Ventile os quartos.
  • Não toque no rosto com as mãos.
  • Desinfecção de objetos usados ​​com freqüência.
  • Evite reuniões em espaços fechados.

Solicitamos extrema responsabilidade, caso apresentem sintomas semelhantes aos do COVID-19, solicitamos que se dirija ao posto de saúde mais próximo. Todos nós cuidamos de nós mesmos!

Encontre mais informações no site da Migração Argentina.

Dada toda essa situação no mundo, recomendamos que você se mantenha informado antes de comprar uma passagem para viajar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *